23 de ago de 2010

Etiqueta: Refeições de Negócios

ref-negg
Dicas para refeições de negócios: “Em almoços de negócios às vezes sou eu que recebo, outras vezes sou convidado. Como devo me comportar?”

01. Quem convida pode escolher o restaurante; mas escolha um que seja silencioso. De preferência sem música ao vivo, o que iria dispersar a atenção e com cardápio internacional, para facilitar a comanda. Evite culinárias exóticas se não tiver certeza de agradar totalmente seus convidados. Evite sistema de rodízio, pois os garçons interrompem todo o tempo para servir. Respeite princípios religiosos ou dietas de saúde de seus convidados.
02. Analise os preços antes para evitar sustos.
03. Convide poucas pessoas para não criar focos paralelos de interesse.
04. Reserve mesa com antecedência. E chegue mais cedo para verificar se tudo está onde e como você encomendou.
05. Trate com a maior consideração todos os funcionários do restaurante.
06. Em refeições formais, os homens não tiram nem paletó, nem gravata. Não é elegante colocar o paletó no espaldar da cadeira.
07. Aguarde seus convidados na ante-sala ou no bar. Só vá para a mesa quando todos tiverem chegado. Mas se o retardatário for “peça-chave” do encontro é preciso aguardá-lo.
08. Os copos que ainda contêm bebidas são deixados na mesa do bar. O garçon irá levá-los ao lugar de cada um na mesa.
09. Evite beber destilados ou bebidas muito fortes.
10. Cumprimentam-se as pessoas conhecidas de outras mesas, discretamente, à distância. Ao passar cumprimente com um aceno de cabeça, diga algo amável, sem dar a mão. Se alguém vier cumprimentá-lo, só se levante se você é homem e a pessoa, mulher. Não alongue a conversa. Não é preciso apresentar cada um de seus convidados se não for interessante fazê-lo.
11. Em grupos pequenos as pessoas se acomodam à vontade. Mas também o anfitrião pode designar os lugares colocando, a sua direita, o convidado mais hierarquizado. Se forem grupos mistos, intercalam-se homens e mulheres.
12. Maîtres d’hôtel e garçons de categoria sabem reconhecer quem é o anfitrião e quais as precedências. Se você não confiar, informe-os antes, pois o anfitrião é sempre o último a ser servido.
13. O serviço dos restaurantes mais categorizados é, em geral, “à inglesa”. Hoje está bastante comum, também, o prato que já vem da cozinha preparado, guarnecido com os acompanhamentos.
14. Evite pedir pratos difíceis de comer. O tempo é curto nesse tipo de encontro e nada deve tirar a atenção do assunto principal.
15. Quem toma uisque durante as refeições não demonstra ser um bom bebedor.
16. Os vinhos podem ser escolhidos pelo anfitrião. Se houver algum especialista no grupo, pode-se passar a ele a incumbência da escolha. Quem pede o vinho deverá prová-lo e aprová-lo… ou rejeitá-lo, somente se não estiver “saudável”. Também é correto tomar cerveja ou chope, questão de gosto.
17. Restaurante é lugar público. Respeite os clientes das outras mesas. Fale baixo, não só por gentileza mas também para não deixar vazar informações que poderão ser úteis a concorrentes eventualmente presentes sem que você saiba. Evidentemente este não é o lugar adequado para se abrirem mapas, jornais, gráficos, planilhas etc…
18. Se possível, desligue o celular durante a refeição. Se for muito necessário usá-lo, procure ser discreto e rápido. Mas não se arrisque: você pode perder um cliente em potencial, pois o outro pode se sentir desprestigiado por falta de atenção.
19. Em restaurantes self-service sirva-se moderadamente, não faça pratos volumosos. Ao terminar cada prato, deixe-o sobre a mesa para o garçon levá-lo. Espera-se que todos tenham terminado as comidas salgadas para se passar à sobremesa.
20. O anfitrião é quem sugere o final do encontro.
21. Acena então ao garçon discretamente para pedir a nota (não a “conta” e muito menos “a dolorosa”). Não se discute quem vai pagar: quem convida paga. Mulheres também pagam para homens. É só dizer: “Quem está convidando é minha empresa.” Paga-se discretamente sem nunca discutir na frente dos convidados qualquer detalhamento da nota, o montante, possíveis enganos do caixa. É de muito bom gosto acertar com o caixa antes, deixando um cartão de crédito, ou a sua palavra, e encerrando a conta após a refeição: neste caso, os convidados não assistem ao pagamento.
22. Levante-se para as despedidas, agradeça a presença de todos, acompanhe-os até a porta da rua e espere que cada um saia para só então ir-se também, após finalizar a conta, fazer críticas e, principalmente, elogios à casa.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado pela participação e volte sempre !!!