5 de abr de 2013

Revista Expectativa - Secretariado Executivo Unioeste (Campus de Toledo)

Boa tarde colegas, passando hoje para deixar um lembrete:

A Revista Expectativa já publicou a edição de 2012, que está disponível no site: http://e-revista.unioeste.br/index.php/expectativa/index. Vale a pena passar por lá e conferir os trabalhos de nossos colegas.

Aproveito para relembrar que nossa revista recebe trabalhos nas áreas de Línguas/Linguística, Gestão nas Organizações e Secretarial. O período para submissões de trabalhos científicos é em qualquer tempo, pois utilizamos o sistema SEER, de editoração de revistas, o que nos possibilita receber trabalhos o ano inteiro. As normas para submissão e demais informações encontram-se no site.


4 de set de 2012

Evento Secretariado Executivo

Nos dias 25 a 27 de setembro de 2012, o curso de Secretariado Executivo da Unioeste Campus Toledo organiza o 14º Encontro Regional de Secretariado Executivo e a 25ª Semana Acadêmica.


Em 2012 o curso de Secretariado da Unioeste comemora 25 anos e para celebrar essa data será organizado um jantar comemorativo no dia 28 de setembro, em Toledo-PR.
Veja a baixo a programação do evento:


Para mais informações envie e-mail para: semanaacademica.secretariado@gmail.com
Ou acesse o site: http://semanadesecretariadounioeste.blogspot.com.br/

19 de jun de 2012

Livro Pesquisa em Secretariado

O livro
 Publicado pela Editora Universidade de Passo Fundo, o livro reúne pesquisas e reflexões de professores conferencistas e membros da mesa coordenada "A pesquisa em secretariado", realizada durante o 2º ENASEC, em 2011 no município de Passo Fundo/RS.

Professora Daniela Durante, da UPF
  
Fonte: Facebook UPF

30 de mai de 2012

Como foi o 4º Coquetel com RH

Auditório da PUC Toledo-PR

Ontem, 29 demaio de 2012, no auditório da PUC-PR foi realizado o IV Coquetel com RH,promovido pelos acadêmicos do Curso de Secretariado Executivo em parceria comoutras instituições de ensino de Toledo, FASUL – Faculdade Sul Brasil, PUC –Pontifícia Universidade Católica e UTFPR – Universidade Tecnológica Federal doParaná.

O evento que teve por tema “O papel do RH na gestão de desligamentos de funcionário, estagiários eaposentadorias” oportunizou aos acadêmicos, professores e profissionais da áreapresentes, reflexões sobre a gestão de pessoas no âmbito organizacional. Após apalestra da Dr. Sandra Maria Coltre, houve amesa redonda com debatedores da área, Rosana Moreno Pagan - Presidente da ABRHRegional Oeste, empresária e consultora na área de gestão de pessoas, Érica Paula Borri Ponsoni - Professora e Coordenadora do Cursode ADM na FASUL, Aldenir Soster - Profissional da área de RH, Evandro RedivoNava - Professor e Profissional da área de RH, empresário e consultor na área de gestão de pessoas, Amarildo Jorge da Silva -Pró-reitor de Recursos Humanos da UNIOESTE.

Equipe organizadora do evento
 
O auditório com capacidadepara 350 lugares ficou lotado, e contou com grande participação do público nomomento das perguntas e debate, o que acrescentou muito ao aproveitamento doevento. O coquetel de encerramento, também recebeu muitos elogios, proporcionando a interação entre acadêmicos das universidades e profissionais presentes, evidenciando o momento como uma prática oportuna para socialização e construção de networking.

Assim os resultados mostraram-se positivos para a equipe organizadora, que já planeja a próxima edição, dando continuidade na parceria com as IES.

Mesas do Coquetel
 
Outras fotos podem ser acessadas no portal do curso de Secretariado Executivo: www.secretariadounioeste.com.br

Fonte: Coordenação do Curso de Secretariado Executivo da Unioeste.


25 de abr de 2012

Evento: 4º Coquetel com RH


Não deixe de prestigiar mais um evento dos acadêmicos de Secretariado Executivo da Unioeste, Campus Toledo. Informações pelo e-mail: coquetelrhunioeste@gmail.com

20 de mar de 2012

Aula Inaugural (15/03/2012)

Na noite da última quinta-feira (15/03/2012) ocorreu no miniauditório da Unioeste - Campus de Toledo a Aula Inaugural do curso de Secretariado Executivo, com o tema: 'Experiência acadêmica no curso de Secretariado Executivo e os resultados na carreira profissional'.

Contando com a participação de egressos e alunos do curso abordando questões referentes à trajetória acadêmico/profissional, o evento reuniu acadêmicos de todas as turmas de SE, além de egressos, professores e membros da comunidade local.

Iniciando-se a noite com a apresentação do quadro docente do curso para os novos alunos, o evento possibilitou aos 'calouros' de 2012 conhecer o curso, seu colegiado e o Centro de Ciências Sociais Aplicadas da Unioeste de Toledo. Tais informações são importantes para os novos ingressantes se situarem enquanto membros de uma comunidade acadêmica. Após as apresentações de quadro docente e técnico, a noite prosseguiu com os relatos dos egressos e acadêmicos convidados.

Dentre os convidados estavam Lucimara Schneider, egressa do curso formada em 2006; Rodrigo Müller, egresso do curso formado em 2010; Fabrício Stocker, egresso do curso formado em 2011; e João Eduardo de Moura, acadêmico do 3° ano do curso de SE da Unioeste.

Conhecimentos de Idiomas
Lucimara Schneider pode compartilhar com os presentes suas experiências acadêmicas e profissionais com relação à utilização de idiomas estrangeiros, no seu caso o Inglês. Lucimara, durante o período do curso, realizou um intercâmbio e permaneceu nos EUA durante 2 anos, onde obteve fluência na língua inglesa, além de poder utilizar alguns de seus conhecimentos acadêmicos profissionalmente. Hoje, Lucimara leciona inglês, além de trabalhar em outros projetos paralelos.

A egressa do curso aponta a questão de, na atualidade, as empresas não se espantarem mais com o fato de um candidato falar um idioma estrangeiro, e sim com o fato de - em muitos casos - os profissionais não terem o domínio de nenhum. Isso mostra a importância da preparação dos profissionais também nas áreas de línguas estrangeiras.

Neste contexto, os alunos do curso de SE da Unioeste tem vantagem por estudarem 2 idiomas estrangeiros: inglês e espanhol.

Para Lucimara, os estudos acadêmicos em línguas estrangeiras devem ser complementados com cursos e estudos mais aprofundados fora da universidade, buscando cada vez mais atualização e capacitação.

Pesquisa Acadêmico-Científica
Rodrigo Müller trouxe sua experiência em pesquisa científica ainda enquanto acadêmico e os rumos de sua trajetória profissional. Para o egresso, o curso ofereceu a possibilidade de conhecer o ambiente empresarial e o ambiente da pesquisa, de forma que ao unir os dois foi possível iniciar seus trabalhos científicos na compreensão dos eventos organizacionais por meio de estudos acadêmico-científicos.

Iniciando suas atividades de pesquisa já no segundo ano do curso, Rodrigo conseguiu fazer também de seu estágio supervisionado uma oportunidade de pesquisa, pois, como afirmou, para realizar o estágio foi preciso pesquisar e também conhecer a fundo a organização onde desenvolveu seus projetos.

Além disso, ao finalizar o curso de graduação já estava ingressando em um programa de pós graduação em nível de Mestrado, onde hoje cursa o último ano do Mestrado em Ciência, Gestão e Tecnologia da Informação. Segundo o egresso, a pesquisa durante a graduação foi um diferencial na hora de ingressar no mestrado, que exige conhecimentos técnico-científicos na área do programa além de conhecimentos em pesquisa.

Assim, Rodrigo deixou como sugestão aos alunos a visualização de seus estágios supervisionados como oportunidade de pesquisa acadêmica, além da participação dos acadêmicos nos projetos de pesquisa desenvolvidos pelos professores do curso, que contam com projetos individuais e com um GPSEB - Grupo de Pesquisa em Secretariado Executivo Bilíngue.

Organização de Eventos
O egresso Fabrício Stocker trouxe sua experiência durante o curso com as organizações de eventos, tanto sociais, como corporativos e acadêmicos. Com sua turma, Fabrício foi um dos idealizadores do 'Coquetel com RH', evento que se consagrou no calendário acadêmico de SE e que conta com parcerias entre outras instituições de ensino, buscando trazer alunos, profissionais de RH e outros profissionais, para uma interação repleta de informações e conhecimentos sobre RH e o mercado de trabalho.

Além do Coquetel com RH, a participação em outros eventos foi possível, pois o curso oferece em sua grade amplos conhecimentos com relação à organização de eventos. Fabrício pode participar também da organização do I ENASEC - Encontro Nacional Acadêmico de Secretariado Executivo, realizado em Toledo (2010) juntamente com outros acadêmicos e professores.

Para o egresso, a formação do curso proporcionou novos rumos à sua carreira. Hoje, Fabrício atua em uma empresa de recrutamento de estagiários, além de trabalhar com organização de eventos sociais e corporativos. Segundo ele, o mercado de trabalho na área de eventos necessita cada vez mais de profissionais com perfil dinâmico e que consigam atuar em várias instâncias dentro de uma organização de eventos, desde a própria organização à recepção e outras atividades.

O envolvimento na organização dos eventos do curso é uma das dicas do egresso, que aconselhou os acadêmicos a participarem dos eventos organizados pelo curso, criarem novos eventos e aproveitarem ao máximo os conhecimentos apresentados nas disciplinas de Técnicas Secretariais.

Vida Acadêmica e Centro Acadêmico
O acadêmico do terceiro ano, João Eduardo de Moura apresentou aos alunos do curso o Centro Acadêmico de Secretariado Executivo - CASEC. João apresentou a trajetória da equipe que reativou o CA, inativo ha anos, bem como alguns trabalhos desenvolvidos pela equipe.

Para João, a importância do CA é inegável do ponto de vista dos estudantes, uma vez que o órgão tem o poder de defender os interesses dos acadêmicos, buscar recursos junto à coordenação e ao Centro de Ciências Sociais Aplicas (órgão ao qual o curso de SE é colegiado), além de contribuir na organização da vida acadêmica.

Dentre algumas atividades desenvolvidas pelo CA, a confecção das 'carteirinhas de estudante' e a organização de viagens com finalidade acadêmica são os elementos mais marcantes. Desde o ano passado o CA está confeccionando as carteirinhas, promovendo a venda de camisetas, blusas, bolsas e assessórios com a finalidade de angariar fundos para serem revertidos em melhorias para as instalações do curso. No ano de 2011 o CA ainda foi o responsável pela viagem realizada pelos acadêmicos de SE para o II ENASEC, realizado em Passo Fundo, RS.

A integração entre acadêmicos das 4 turmas do curso também é uma das intenções do CA. Desta forma, após apresentarem toda a atual equipe, os acadêmicos receberam o convite para conhecerem mais as atividades do CA, além de tentarem participar das próximas eleições para a diretoria do centro, que pretende contar com integrantes de todas as turmas nas chapas concorrentes, buscando promover a interação entre os acadêmicos.

--
Assim, a noite foi encerrada com perguntas dos acadêmicos e professores aos integrantes da mesa redonda, e por fim um coquetel foi servido aos presentes, buscando mais uma vez proporcionar um momento de interação e socialização dos alunos, egressos e professores do curso.

O evento atingiu seus objetivos, que eram, além de apresentar aos acadêmicos ingressantes e demais acadêmicos algumas possibilidades profissionais, integrar os novos alunos à vida universitária, repleta de desafios mas com uma trajetória que pode se tornar encantadora.

Como disse o egresso Rodrigo Müller, 'tudo é uma questão de iniciativa e força de vontade', de forma que todos os alunos do curso podem optar dentre as várias opções de carreira profissional que o curso oferece e se dedicar ao máximo, galgando seus lugares no mercado de trabalho.

11 de fev de 2012

Secretariado Executivo é a terceira profissão que mais cresce no mundo


De acordo com a Federação Nacional das Secretárias e Secretários, o salário de uma secretária executiva varia entre R$ 1.052 (nível médio) e R$ 7 mil


Por Henrique Morars - 22/01/2012.

Não há uma estatística apontando quantos secretários executivos existem, mas a Organização das Nações Unidas (ONU) diz que a profissão é a terceira que mais cresce no mundo. E num Brasil em pleno desenvolvimento este profissional está cada vez mais requisitado e valorizado. De acordo com a Federação Nacional das Secretárias e Secretários (Fenassec), o salário de uma secretária executiva varia entre R$ 1.052 (nível médio) e R$ 7 mil (nível superior numa empresa de grande porte).

Consuelo Aparecida Moco Rosa Fradique, consultora de RH do Centro Nacional de Estudos e Projetos (Cnep), afirma que o mercado está exigindo profissionais não só bilíngues, mas também trilíngues.

“A procura por secretários executivos com esse perfil é grande em empresas multinacionais e nacionais públicas ou privadas que fazem negócios com outros países. Hoje, além do inglês e do espanhol, outros idiomas também são valorizados, como o mandarim, o japonês e o árabe”, diz.

Consuelo Fradique aponta que o salário de uma secretária que fale duas ou três línguas pode ser quatro vezes maior.

“Tomando como teto máximo de salário de R$ 1,6 mil de uma secretária com nível técnico, ela pode ver a sua remuneração quadruplicar sendo bilíngue ou trilíngue”, calcula.

A consultora de RH da Cnep avalia que o mercado está carente quando se trata de profissionais graduados.

“Existe uma carência muito grande de mão de obra qualificada em nível superior. Por isso, a disputa por esse profissional é acirrada. Quem está aproveitando são os estagiários de cursos de graduação de secretariado executivo que podem receber até R$ 1 mil. Muitos deles, antes mesmo de se formar, já estão sendo absorvido pelo mercado”.

Espaço – Num mercado dominado pelas mulheres, a consultora da Cnep comenta que há espaço para os homens. “Segundo a Fenassec, hoje os homens dominam 5% deste mercado, em média”, cita.

Bernadete de Lourdes Silva do Prado, coordenadora do curso de Secretariado Executivo Trilíngue da Estácio de Sá, conta que tem recebido matrículas de homens.
“Atualmente temos recebido um número cada vez maior de alunos do sexo masculino. O que já parece ser o reflexo de uma mudança no mercado”, comenta.

Já Luciana Marson, coordenadora do curso de Secretariado Executivo da Universidade Unigranrio, avalia que o mercado ainda é preconceituoso. “Aos poucos está mudando.  Contudo, até hoje somente cinco rapazes concluíram o curso que existe desde 1994”.


Gestor de informações
Consuelo Fradique do Cnep lista os aspectos avaliados na hora de se contratar uma secretária executiva. Segundo a consultora em RH, ter curso superior, domínio dos programas do MS Office, excelência no atendimento e fluência em dois idiomas são sempre exigidos.

O profissional secretário executivo, hoje, não cumpre mais tarefas de apoio e sim de complementação das atividades. É peça estratégica, pois atua como gestor de informações da empresa e do seu executivo. Tem que ser alguém que circule com facilidade por todos os setores da organização e saiba delegar as responsabilidades para as pessoas certas”, enumera.

“São profissionais que trabalham junto à gerência, diretoria, vice-presidência e presidência das companhias”, conclui.


Fonte: O Fluminense.