26 de out de 2010

A Casa de Crepes

Olha aí a necessidade de planejamento descrita pelas palabras de quem entede:

A Casa de Crepes

Por  ABRAHAM SHAPIRO

O crepe é um quitute de origem francesa. Um tipo de panqueca feito à base de farinha de trigo, leite e ovos. A massa forma uma fina camada no fundo de uma frigideira pincelada com manteiga, e é geralmente servida depois de recheada com algum doce ou salgado.

Entrei numa casa de crepes dia desses. Eu passo ali em frente várias vezes na semana e já havia observado que há promoções demais anunciadas. Fui averiguar a razão de tantos apelos.

Assim que cheguei, tive a confirmação de que o negócio não vai bem. Mas lá estava eu. Queria ao menos experimentar o produto.

O cardápio prometia muito. Optei por um determinado recheio. A atendente não anotou o pedido. Vi tudo por meio disto. Ela não estava preparada para atendimento. Virou as costas e sumiu. Minutos depois, retornou dizendo que o queijo de minha escolha tinha acabado. Fiquei desapontado, pois as outras alternativas eram fracas.

Uma empresa agonizante é assim. E esta mal acaba de ser inaugurada.

Por que grande parte dos negócios nasce praticamente morta? É fácil responder. Trata-se da conjunção de vários fatores. O proprietário quase sempre não está pronto para o negócio - sabe pouquíssimo a respeito, mas investe uma pequena fortuna em máquina, equipamento, ponto comercial, ambiente e arquitetura. Emprega mão de obra inexperiente, não a capacita de acordo, faz uma divulgação ruim, e nunca nem sequer cogita contratar uma consultoria que defina seu posicionamento, as ações de comunicação e outras situações que consomem tempo e dinheiro demais para se aprender com a experiência. Aí inaugura - para desgraça e decepção dos futuros clientes.

Isto não é ser empreendedor. É ser teimoso. E em alguns casos é ser louco e ter ódio do próprio dinheiro. Tudo isso se constitui falha grave que impede de fazer certo as coisas certas e, assim, conseguir eficácia.

Passei em frente à bendita casa de crepes esta semana.... Agora há uma faixa anunciando pagode todas as noites. Com isso, pretendem atrair público consumidor. Nada contra pagodes, mas você já sabe no que vai dar esta fabulosa "ação de marketing", não é? Eu também sei. Vendas, com certeza, é o que não será.
______________________


Abraham Shapiro é consultor e coach de líderes. Sua filosofia de trabalho, em uma só palavra, é: simplicidade. Contatos: shapiro@shapiro.com.br ou (43) 8814 1473


Fonte: Blog Profissão Atitude

23 de out de 2010

Pesquisa Mercadológica

Por ABRAHAM SHAPIRO


Análise mercadológica é a primeira providência que um empreendedor deve tomar para a abertura ou expansão de um negócio. É ferramenta para suprir a necessidade de desenvolver estratégias.

A revista Harvard Business Review deste mês trouxe um artigo a esse respeito.

A sondagem da opinião pública vive um grande problema. É dificílimo conseguir a cooperação de gente cuja opinião realmente vale a pena ouvir. Além disso, os métodos tradicionais de sondagem estão perdendo eficácia, enquanto os mais recentes, feitos via internet, são criticados, por esses voluntários não representaem a população em geral.

A velha sondagem por telefone – ferramenta predominante na pesquisa eleitoral por mais de três décadas – começa a ficar obsoleta. Por motivos ainda obscuros, as taxas de resposta estão em declínio. As pessoas usam cada vez mais o celular e acham que a linha fixa só recebe ligações indesejadas. Logo, é cada vez mais difícil montar uma boa amostra para entrevistar, o que aumenta o risco de imprecisão e eleva o custo.

Para Douglas Rivers, da Stanford University, o prognóstico é claro: “A pesquisa por telefone vai acabar”. Uma alternativa, hoje, são voluntários na internet. Só que a pesquisa pela internet também não é confiável: embora a população em geral esteja cada vez menos disposta a responder a pesquisas, os voluntários mais atuantes na internet estão, estranhamente, mais dispostos. Alguns “entrevistados profissionais” se oferecem para responder de 15 a 20 questionários por mês. Mas, demograficamente falando, não representam a população em geral. São mais instruídos, e tendem a ser jovens ou velhos, mas não de meia-idade. Além disso, respondem com interesse de levar a parca recompensa financeira com o menor esforço possível.

Toda a atividade de pesquisa da opinião pública terá de ser reformulada.

Senhores homens de negócio, abram o olho. Não vão dando crédito a números que se divulgam por aí. Edições bem impressas não dão somente beleza às cifras, como inspiram um certo ar de confiabilidade. Os maiores especialistas no assunto questionam  isso. Portanto, cuidado.
______________________ 
Fonte: Blog Profissão Atitude
Abraham Shapiro é consultor e coach de líderes. Sua filosofia de trabalho, em uma só palavra, é: simplicidade. Contatos: shapiro@shapiro.com.br ou (43) 8814 1473

15 de out de 2010

Aos mestres com carinho

Em pé: Patricia, Rubia , Maura  Ednilse e Vânia. Sentados: Ivanete, Marcio, Fabiana, Carla e Benedito.

Hoje é dia 15 de outubro, Dia do Professor. Essa pessoa cheia de conhecimento e sabedoria, que passou anos estudando e hoje nos ensina. Em especial quero homenagear os professores do curso de Secretariado Executivo da Unioeste, Campus de Toledo. Alguns são secretários executivos, formados pela própria universidade, que hoje dão aula no curso. Outros são formados em outras áreas, tais como: inglês, espanhol, direito e que também contribuem para a nossa formação profissional.
Temos em nosso corpo docente uma maioria de mestres e doutores. Um grupo altamente qualificado e competente. E é a esse grupo que dou os parabéns pelo Dia do Professor!!! Obrigada por nos ensinar com tanto empenho e carinho.
Feliz Dia do Professor!!!!

12 de out de 2010

Formação Técnica x Formação Humana

Texto muito interessante que retrata uma realidade e propõe um reflexão quanto às formas de ensino que recebemos.

Aproveitem.

Formação Técnica x Formação Humana

Por ABRAHAM SHAPIRO*

Em recente entrevista a um importante jornal do país, o ex presidente Fernando Henrique Cardoso, que é sociólogo de formação, declarou que os cursos universitários em geral concentram-se demais em assuntos técnicos, quando deveriam tratar sobre "o processo da vida".

Este é um depoimento importante para todos e, por isso, peço a sua atenção.

Num mundo tão cheio de ilusões –  uma das maiores é que os estudantes precisam conhecer apenas técnicas, tecnologias, etc – quem ingressa numa faculdade já está condicionado a pensar que as disciplinas específicas do curso é que são as mais valiosas. Tendem a desprezar as demais como sendo “recheio” de currículo.

Nenhum profissional alcançará o sucesso sem saber o que é requerido em todas as áreas de trabalho sobre pessoas. A prova desta afirmação é o que está acontecendo na maioria das empresas. Grande parte dos gerentes sabe o que o seu pessoal deve fazer. Mas eles não sabem como fazê-los fazer. Muitos  destes gerentes partem do pressuposto de que os funcionários já deviam chegar completos, sabendo o que e como fazer. Mas não é esta a realidade prática. Qual a razão deste quadro? Falta habilidade com pessoas.

O papel principal de qualquer gerente é saber selecionar pessoas, alocá-las nos lugares certos e fazê-las funcionar.

Coletei o depoimento do diretor de uma empresa de tecnologia sobre um processo de seleção de um profissional. Veja o que ele disse: “Há 4 anos decidimos contratar um Arquiteto de Software para nos auxiliar em um projeto que desejávamos iniciar na empresa. Entrevistamos doze profissionais dos quais  selecionamos cinco. Quatro destes tinham currículos invejáveis. O quinto, no entanto, era menos condizente com a nossa necessidade. Ele nunca havia visto de frente o sistema que almejávamos construir. Sua experiência com os demais elementos chave do projeto era baixa. Porém, tratava-se de uma pessoa com características humanas muito boas: altamente motivado,  boa auto-estima e com muita vontade de aprender. Decidimos por ele, mesmo parecendo uma escolha questionável. Ao longo do tempo, porém, nossa equipe se dedicou a comunicar a ele tudo o que queríamos alcançar naquele projeto e demos acesso fácil para ele conhecer e aprofundar-se nos conhecimentos que fundamentavam a ideia do negócio. Vimos ter eleito a pessoa correta. Ele mostrou-se elemento primordial para a formação da equipe que era nosso alvo constituir. Os objetivos foram plenamente atingidos e hoje ele disponta como um dos maiores especialistas naquele projeto”.

Disciplinas técnicas são valiosas. Mas há um equívoco perigoso na indiferença para com as áreas humanas. Elas são imprescindíveis!

*Abraham Shapiro é consultor e coach de líderes. Sua filosofia de trabalho, em uma só palavra, é: simplicidade. Contatos:shapiro@shapiro.com.br ou (43) 8814 1473.

Fonte: Blog Profissão Atitude

5 de out de 2010

Inscrições para o Vestibular 2011 da Unioeste

Olá pessoas, estão oficialmente abertas as inscrições para o vestibular da Unioeste.

Iniciando no dia 04 de outubro as inscrições ocorrerão até 08 de novembro de 2010 através do site do vestibular da Unioeste (http://www.unioeste.br/vestibular/). O valor da taxa de inscrição é de R$ 90,00 para todos os cursos. 

Lembrando que até amanhã (06/10) os candidatos que querem prestar vestibular mas não tem condições de efetuar o pagamento da taxa de inscrição podem solicitar a isenção da taxa de inscrição. Basta se dirigir à secretaria acadêmica de um dos Campi da Unioeste (Cascavel, Foz do Iguaçu, Francisco Beltrão, Marechal C. Rondon ou Toledo) e retirar um formulário de solicitação de isenção, preenchê-lo e devolver até o dia 08/10. Após a devolução os pedidos serão analisados e os resultados serão divulgados no site da Unioeste no dia 29/10/2010. Os critérios para a avaliação estão dispostos no edital de abertura do concurso vestibular (documento que deve ser lido pelos candidatos antes de efetuar a inscrição) que está disponível no site do vestibular.

Enfim... as informações estão todas no site http://www.unioeste.br/vestibular/ a distância de um clic.

Acesse, confira e aproveite mais esta oportunidade.

Lembrando que o curso de Secretariado Executivo oferece 40 vagas no perído noturno na Unioeste - Campus de Toledo.

1 de out de 2010

Coaching aplicado à área social: Fundamentos, Ferramentas e Estratégias

Olá pessoas,


Publicidade por uma boa causa, pois todos sabemos o quão importante é estarmos preparados para enfrentar o mercado de trabalho. Portanto, buscar uma formação diferenciada e fora das paredes da universidade é mais quem uma oportunidade, é quase um dever de qualquer profissional que pretende se manter atuante e sustentável no mercado.

Então lá vai nota de um curso sobre Coaching, oferecido pelo curso de Serviço Social da Unioeste - Campus de Toledo e sob a coordenação do Prof. Dr. Edson Marques Oliveira.

Abaixo o informe:

--
PROGRAMA CASULO SÓCIO-TECNOLÓGICO- UNIOESTE – Coordenação Prof. Dr. Edson Marques, Serviço Social – Campus de Toledo.

O Coaching é considerado na atualidade uma atividade profissional e uma abordagem teórico-metodológica de desenvolvimento de pessoas, equipes e organizações. Como abordagem de desenvolvimento tem como base várias referencias teóricas e modelos metodológicos, com ênfase na perspectiva do pensamento sistêmico e uma epistemologia sócio-construtivista.

Tem como objeto o auxiliar pessoas na melhor forma de pensar sobre suas crenças, valores e saber fazer escolhas que melhor atendam suas necessidades, desejos e metas, e quais as estratégias mais adequadas a sua busca.

Nesse sentido é uma abordagem profissional e cientifica na medida em que sistematiza um determinado tipo de conhecimento para intervir na realidade humano-social-organizacional.

O curso é de 30 horas, com conteúdo teórico e prático vivencial, tem como objetivo compartilhar os principais fundamentos e ferramentas do coaching para serem aplicadas na área social junto às situações de família, equipes de trabalho, orientação social, aconselhamento, atendimento individual e grupal, processos educativos e áreas afins.

O público alvo são profissionais e estudantes das áreas de administração, serviço social, psicologia, pedagogia, e gestores de organizações do primeiro, segundo e terceiro setor, e áreas afins.

Maiores informações acesse o site:

http://cac-php.unioeste.br/eventos/coaching/