22 de dez de 2010

Oi ?? Já saiu o resultado do vestibular 2011 da Unioeste viu !!

É pessoas, já saiu o resultado do Concurso Vestibular 2011 da Unioeste!!

Isso mesmo. E como eu me lembrei desse detalhe agora resolvi colocar aqui a listagem dos candidatos aprovados para o curso de Secretariado Executivo da Unioeste - Campus de Toledo para que nossos alunos e professores já possam ir se habituando aos novos nomes de pessoinhas que comporão as cadeiras da universidade pelos próximos (espero) 4 anos.

Pois bem, antes de mais nada: Calouros, sejam Bem Vindos!! Parabéns pela conquista da vaga em uma instituição pública e de reconhecida qualidade. Agora que entraram é que começa o desafio, porque como muitos dizem: "Entrar na universidade é a parte fácil... O difícl é sair dela !"

Então abaixo a listinha com os classificados no limite de vagas. Os demais candidatos, que permanecem aguardando chamadas remanescentes, podem conferir seus nomes (ou serem conferidos) no site do vestibular.


CANDIDATOS CLASSIFICADOS COMO COTISTAS

1 - VANESSA BEZERRA
2 - LUCIMARA SALVALAGIO
3 - ALINE ELOISE HEMKEMEIER
4 - NADIESKA CASARA DOS ANJOS
5 - LUANA CAROLINI BUTZEN
6 - ALINE KERBER DA SILVA
7 - MICHELI SIMONE LOHMANN
8 - ROSANE FERREIRA
9 - THAIS SAMARA MILANI
10 - ELIANE DA ROSA TRESSI
11 - CLAUDIA CARLA SANTOS
12 - ALAN RODRIGO DAMIANI FÁVARO
13 - MARCIO AUGUSTO MEDEIROS
14 - GÉSSICA DAIANA QUIOSI
15 - BRUNA MAIARA RIBEIRO
16 - DEISE ADRIANE DOS SANTOS

--
DEMAIS CANDIDATOS


1 - JULIANA GUEIROS FUZATI RODRIGUES
2 - JAQUELINE CAROLINA SANTANA
3 - ESTHER MELLISSA SERRADOURADA WUTZKE
4 - MARJORIE WEFORT BUENO
5 - GABRIELA BONASSA
6 - SUÉLEN NARIEL DE ALMEIDA PIRAN
7 - KEILA CRISTINA DE OLIVEIRA
8 - WILLYAN JORGETTO GUSTMAM
9 - GEORGEA KATHERINE PAZUCH
10 - ANA PAULA HEINRICH
11 - NAXIDELE LUANA NERLING DA ROSA
12 - HEULA RUBEL MARIUSSI
13 - ALEX RODRIGUES LIMA
14 - LEDA AIARA CARDOSO
15 - LAURA REFOSCO RAMOS
16 - GRACIELE STOLARSKI
17 - KARINE DANIELLE GUIMARÃES
18 - LUANA THIELE
19 - JOCELAINE OLIVEIRA MOTTA
20 - ANDERLÉIA BURAKI FONGARO
21 - ALINE FLEMMING MOLINA
22 - ANA PAULA DE OLIVEIRA
23 - PATRICIA DE SOUZA DONATO
24 - DAHIANE LOCATELLI DE SOUSA
--

Aproveitem com o máximo de sabedoria e responsabilidade, e logo logo nos encontramos no mercado de trabalho.

Abraços

Especialistas apontam áreas de trabalho mais promissoras em 2011

Setores ligados ao desenvolvimento do país devem ser beneficiados.
Economia aquecida e preparação para Copa 'puxam' profissionais.

Por Gabriela Gasparin

Do G1, em São Paulo

O ano de 2011 deverá ser mais promissor para setores ligados diretamente ao desenvolvimento do país, segundo especialistas em mercado de trabalho ouvidos pelo G1. O bom desempenho da economia brasileira aumenta a demanda por mão de obra qualificada para áreas como infraestrutura, energia, telecomunicações, tecnologia e óleo e gás.

Além dos segmentos diretamente relacionados ao crescimento econômico, os especialistas lembram também a tendência de forte alta na área de bem estar social, o que envolve desde sustentabilidade e meio ambiente até saúde e estética.


ÁREAS PROMISSORAS PARA 2011

Área comercial e internet

“A área sofreu muito na crise econômica, já que muitas empresas cortaram os profissionais porque as vendas diminuíram”, diz Renato Grinberg, diretor da Trabalhando.com.br. De acordo com o especialista, com o crescimento econômico, as empresas voltam a precisar desses profissionais. Para Alexia Franco, líder da operação da Hays no Rio de Janeiro, empresa da área de recrutamento, o segmento de vendas pela internet deve se destacar pelo crescimento das operações. “São necessários profissionais que saibam atuar no desenvolvimento de parcerias de negócios na internet, com expertise na área”, afirma.


Tecnologia da Informação (TI) e comunicação

Os perfis dos profissionais do setor estão cada vez mais complexos e as empresas precisam de pessoal com qualificações e conhecimentos em plataformas específicas. Além disso, a previsão é que os investimentos em redes sociais continuem a crescer, o que demanda especialistas na área, segundo Selma Morandi, diretora do Grupo Foco, empresa do setor de recursos humanos. “Tudo o que se fala em termos de desenvolvimento impacta na área de tecnologia”, lembra Alexia Franco, líder da operação da Hays. Para o diretor de graduação do Centro Universitário Senac, Eduardo Ehlers, a área de TI cada vez mais se aproxima da comunicação. “Há um crescimento no setor de produção multimídia como um todo”, afirma. Ele destaca, ainda, o segmento de jogos digitais.


Telecomunicações

O setor de telecomunicações necessita cada vez mais de especialistas em tecnologias como transferências de dados, 3G e Rede IP, cabos, entre outras, diz Alexia Franco, da Hays. Quanto mais cresce o número de usuários de celulares, por exemplo, aumenta a demanda nas redes de telecomunicações e de telefonia celular. “É preciso de profissionais como engenheiros e analistas de telecomunicações para a elaboração de projetos e até mesmo monitoramento e atuação nessas redes", aponta o consultor da Alliance Coaching, Silvio Celestino.


Varejo e consumo

O crescimento econômico estimula a contratação de profissionais em diversas áreas do varejo, como alimentos, bebidas, cosméticos, roupas e supermercados, entre outros. A demanda é por trabalhadores de vários níveis, desde iniciantes a diretores, diz Selma Morandi, diretora do Grupo Foco. “O setor não caiu durante a crise, mas há uma nova demanda em função do aumento do nível da renda”, diz Alexia Franco, líder da operação da Hays. O crescimento no setor gera, ainda, investimentos em campanhas de publicidade e até em novos empreendimentos


Sustentabilidade, meio ambiente e saúde

Para Selma Morandi, diretora do Grupo Foco, as empresas devem investir cada vez mais em profissionais voltados às áreas ambiental e de sustentabilidade. Nesse caso, a necessidade é por profissionais que acompanham e tenham experiência e especializações no setor. Para o diretor de graduação do Centro Universitário Senac, Eduardo Ehlers, há uma crescente busca pelo bem-estar individual e coletivo. “Cada vez se fala mais sobre ambiente e vida saudável”, disse. Ehlers prevê crescimento também em áreas como estética, turismo e hospitalidade, relacionadas ao bem-estar.


Energia

Eventos como a Copa de 2014 e as Olimpíadas de 2016, além de empresas de fora que pretendem investir no Brasil, demandam profissionais do setor de energia, destaca Selma Morandi, diretora do Grupo Foco. Mas é difícil preencher as vagas. “Falta qualificação nessa área. Os engenheiros ou migraram de área ou foram para o exterior”, diz ela. Alexia Franco, líder da operação da Hays no Rio de Janeiro, lembra, ainda, que o crescimento do pais depende do setor da energia, o que torna o setor permanentemente promissor.


Construção civil

O setor também deverá se beneficiar com a Copa de 2014 e as Olimpíadas de 2016, diz Selma Morandi, diretora do Grupo Foco. Além de programas como o “Minha Casa, Minha Vida”, do governo federal, e o crescimento do setor imobiliário no país aumentam a procura por profissionais especializados. “Falta desde mão de obra básica até analistas financeiros voltados à área da construção”, diz o consultor da Alliance Coaching, Silvio Celestino. De acordo com o especialista, todos os setores que estão em volta sentem o reflexo, como materiais de construção, imobiliárias e design de interiores.


Óleo e gás

Descobertas de reservas de petróleo no país aquecem o setor e atraem investimentos, diz Alexia Franco, líder da operação da Hays no Rio de Janeiro. “Há empresas que antes tinham apenas representações e agora já querem ter as próprias estruturas no Brasil”, diz. Além disso, o setor de extração de minérios também está aquecido, diz Selma Morandi, do Grupo Foco


Infraestrutura e transporte

Assim como nos setores da energia e da construção civil, eventos como a Copa de 2014 e as Olimpíadas de 2016 também demandam profissionais voltados para infraestrutura. “Até mesmo a área de shoppings centers e estruturas comerciais precisam de especialistas”, afirma Alexia Franco, líder da operação da Hays. O consultor da Alliance Coaching, Silvio Celestino, lembra que o setor de transporte aéreo também deverá se beneficiar.


Setor farmacêutico

De acordo com Alexia Franco, da Hays, laboratórios do exterior buscam trazer investimentos para o Brasil, o que demanda profissionais técnicos e com atuação científica. Segundo ela, a pesquisa e o desenvolvimento, que sempre foram feitos lá fora, pode passam a acontecer no país.


Setor contábil, fiscal e financeiro

Por conta do aquecimento da economia, a demanda por profissionais nas áreas contábil, fiscal e financeira é crescente, diz Renato Grinberg, diretor da Trabalhando.com.br. O setor de fundos de investimentos também está em crescimento, aponta Alexia Franco, da Hays. “Há muitos investidores estrangeiros querendo aplicar em fundos de investimentos no Brasil em função do alto retorno”, afirma. Para o consultor da Alliance Coaching, Silvio Celestino, a demanda por profissionais da área de investimentos será ainda maior se a taxa de juros brasileira continuar a cair. “Passa a ficar desinteressante aplicar na poupança e cresce a demanda por analistas financeiros.”


Recursos humanos

O aquecimento do mercado de trabalho faz com que as empresas busquem profissionais de recursos humanos qualificados para atuar em áreas como as de desenvolvimento, capacitação, treinamento, gestão e retenção. “Durante a crise, o profissional de RH ficou um pouco esquecido”, diz Alexia Franco, da Hays. Para o consultor da Alliance Coaching, Silvio Celestino, há demanda também por profissionais que saibam treinar líderes com origem técnica. “Quando você tem um líder que não foi preparado, ele pode provocar situações constrangedoras com o profissional."


Seguros e segurança

Algumas áreas são favorecidas por disfuncionalidades do Brasil, lembra o consultor da Alliance Coaching, Silvio Celestino, que cita o setor de segurança como em crescimento. Ele lembra, ainda, que o bom desempenho da economia e o aumento da renda fazem com que uma nova camada da população tenha acesso a bens que antes não tinha, como automóveis, exigindo das empresas de seguros adequação para esse público



Candidato deve buscar atender mercado

Na hora de mirar um setor para buscar trabalho, não basta olhar apenas para a tendência de crescimento. Especialistas afirmam que os candidatos devem estar qualificados e preparados para essas vagas. “É preciso estar atento ao mercado e buscar aperfeiçoamento profissional”, afirma Selma Morandi, diretora do Grupo Foco.

Franco, líder da operação da Hays no Rio de Janeiro, afirma, ainda, que cada candidato deve estar atento ao segmento onde atua, pois cada setor tem sua necessidade. A especialista dá a dica para profissionais de áreas técnicas buscarem experiência na elaboração de projetos. “Tudo depende de projetos atualmente. É preciso saber lidar com cronogramas.”

Alexia destaca a importância de adquirir certificações. Um segundo idioma, principalmente o inglês, também é um investimento importante, segundo a especialista. “Muita gente não investe no inglês e fica para trás."

Proatividade

Para Alexia, porém, os candidatos precisam ter proatividade e ir atrás do mercado. “Tem muito profissional passivo. É preciso ler jornal, ver as empresas que estão em alta. Quem busca a carreira é o executivo”, diz

Selma concorda e destaca que o importante é estar sempre atualizado em relação às tendências e não esperar que a oportunidade “caia no colo”. É importante, também, ter autoconhecimento para saber o que gosta de fazer e “ir trilhando o caminho”, lembra Alexia.


Fonte: #G1

21 de dez de 2010

Clareza e Objetividade

Quer ser mais preciso ?

Por ABRAHAM SHAPIRO

Como ser objetivo? Esta pergunta pode ser decisiva na sua liderança. Clareza é o que todos esperam de um líder. Afinal, o que é um líder senão “aquele que orienta, inspira, direciona e mostra o norte”?

Clareza e objetividade não são apenas o alicerce da liderança, mas aquilo em que ela consiste em si mesma. Sem objetividade e lucidez como os seguidores saberão para onde ir, como ir, quando ir, etc?

A imprecisão é a inimiga número um da objetividade. E é muito fácil ser impreciso achando que está sendo claro.

Preste atenção. Uma informação como: “A ponte é estreita” não comunica a mesma ideia que: “A ponte mede 75 cm de largura”.

“O prédio é alto” é uma informação que não tem dimensão alguma se comparada com “O prédio tem 32 andares”.

A regra é: evite adjetivos imprecisos, pois eles geralmente produzem interpretações subjetivas.

Ótimo. Vamos evoluir um pouco mais.

Quando a situação que você descreve envolve um número não suficiente para que a pessoa compreenda de modo objetivo, use um termo de comparação capaz de comunicar a noção que possa ser mais bem visualizada por ela. Por exemplo: “A praça tem 36.500 m2, o equivalente à área de quatro campos de futebol”.

Assim, também, quando for impossível apurar exatamente um número ou quantidade, o melhor é oferecer uma estimativa aproximada, por exemplo: “cerca de 80 cm”, “quase 150 m”, “pouco mais de 90 kg".

Objetividade é aquilo que resulta de observação imparcial,  independente da preferência individual.

Quanto mais voltas, piruetas e cambalhotas você der na hora de se expressar, mais acrobacias o cérebro do seu ouvinte ou leitor terá de fazer para entender. E não se esqueça: o que você busca ao se comunicar é ser claro e objetivo. Não há outro modo de você ser completamente entendido.
______________________

Abraham Shapiro é consultor e coach de líderes. Sua filosofia de trabalho, em uma só palavra, é: simplicidade. Contatos: shapiro@shapiro.com.br ou (43) 8814 1473

11 de dez de 2010

Final de Ano no SE

2010 iniciou-se como sempre no curso de SE: alunos novos animadíssimos com o ingresso na faculdade; alunos querendo revolucionar o mundo (ou pelo menos seus grupos de colegas mais próximos); alunos fazendo o papel 'Super-Intelectuais'; e alunos mais do que cansados, redescobrindo suas forças para conseguir terminar a graduação!

E o ano foi de desenrolando e as atividades desenvolvidas pelos alunos também. 

Foram eventos realizados, palestras, debates e discussões sobre o curso, sobre o futuro da profissão e dos profissionais formados pelo curso de SE.

E os alunos do curso de Secretariado Executivo da Unioeste - Campus de Toledo mais uma vez mostraram que estão preparados para encarar o que o mercado de trabalho lhes reserva. Os eventos realizados foram grandes sucessos, e o I Enasec foi marcado pela união de cursos, profissionais, docentes e acadêmicos de cursos de SE de todo o Brasil... E por que? Porque nossos alunos tem potencial para grandes realizações!! Simples assim.

E com o auxilio dos professores do curso, tudo (ou quase tudo, hehe) se torna mais fácil!

Agora é deixar os formandos deste ano (como disse a querida amiga Fabíola) seguirem seus caminhos e buscarem sucesso em seus empreendimentos, sejam eles de carater pessoal ou profissional.

Aos alunos que permanecem na graduação #FicaDica de que se dediquem ao máximo nas atividades que lhes aparecerem pela frente, pois é dessa forma que vocês poderão aprender ainda mais!!

E como sabemos temos alunos muito bons estudando no curso de SE. E esperamos que a próxima turma que irá iniciar as atividades em 2011 seja tão boa quanto os alunos calouros que temos agora, e se não forem podem ter certeza que alguém os vai ajudar.

Pois é assim que este curso tem conseguido alcançar tantos objetivos: União e Trabalho em Equipe, um ajudando o outro a aprender.

Assim, desejo à todos um bom resto de ano e um novo ano repleto de alegrias e realizações.

ps: e Fabeeee, obrigado pelas palavras e elogios, e vc sabe que tbm é super competente e tem tudo para ser uma ótima profissional, em qualquer área ;D

10 de dez de 2010

Mais uma etapa cumprida, outras iniciam-se


Por Fabiola Luz
O fim de ano sempre é uma data que inspira reflexões sobre a vida. Listas, resoluções, planos e projetos são feitos, pensados e executados quando um novo ano está pra chegar. Isso é bom, muito bom.... planejar a carreira, os estudos, sonhar com seu futuro, isso não é bobagem, não é perda de tempo, mesmo que o plano não saia 100% como o planejado.... seja otimista e feliz com o que você tem, mas não desista de sonhar.... pois o sonho nos inspira a trabalhar mais, estudar mais... para torná-lo realidade.... 
Tudo isso parece clichê, mas pelo menos pra mim, tem funcionado. Então se você estará iniciando algo ou terminando algo com o qual você tem sonhado, planejado e esperado tanto... assuma seu caminho na estrada que escolheu trilhar. Seja o seu sucesso!!!!
Quero aqui dar os meus parabéns aos Formandos 2010 de Secretariado Executivo da Universidade Estadual do Oeste do Paraná, Campus de Toledo, por mais uma etapa que se encerra e sei que outra se iniciará em 2011.... Fernanda, Rodrigo e Lidiane, vocês são inspiração para os nossos calouros. Aos demais formandos desejo de coração muito sucesso no mercado de trabalho.
Aos veteranos, 1º 2º e 3º anos.... vamos prosseguindo na nossa caminhada rumo ao diploma.... boas férias galera!!!
E daqui a pouco sai o resultado do vestibular, em fevereiro estaremos de braços abertos para receber nossos calouros 2011, pois o show... tem que continuar e nossa profissão só tem a crescer com os jovens brilhantes que fazem dessa universidade.... a melhor.... e desse curso o mais.... competente? secretarial? rsrsrssrs.... sem palavras..... pra quem achava que seria jornalista... descobrir que secretariado tem tudo a ver comigo pode parecer piegas, mas é verdade, pra mim é o melhor curso e a melhor universidade.
E pra finalizar com mais um clichê...... um Feliz Ano novo, cheio de coisas novas, novos desafios e novas vitórias!!!! Parabéns a todos!!!! 

Fabiola Luz é acadêmica do 2º ano de Secretariado Executivo da Unioeste, autora do blog Arte de Secretariar e colaboradora deste blog.




18 de nov de 2010

Profissão de Secretária(o)s está entre as 10 áreas onde faltam profissionais

Veja dez áreas em que faltam profissionais, segundo recrutadores.

G1 consultou empresas de recursos humanos e sites de currículos.

Crescimento do mercado ou exigências dificultam preenchimento de vagas.
 
Gabriela Gasparin - Do G1, em São Paulo

O aquecimento da economia, a exigência de qualificações ou até mesmo a falta de profissionais no mercado fazem com que empregadores tenham dificuldade para preencher vagas muitas vezes consideradas estratégicas, afirmam especialistas. Após consultar empresas das áreas de recursos humanos e sites de currículos, o G1 lista dez dos cargos mais difíceis de serem preenchidos atualmente no mercado brasileiro.

As empresas citaram as funções e áreas que, neste ano, marcaram pela escassez de profissionais adequados. Algumas vagas acabaram nem sendo preenchidas ou os empregadores precisaram abrir mão de alguma exigência para fechar o posto, afirmam os especialistas. Outro motivo apontado pelos recrutadores para esses casos é que, com a economia aquecida, muitas empresas procuraram segurar os funcionários, cobrindo eventuais ofertas.
 
 
10 CARGOS DE DIFÍCIL PREENCHIMENTO

Analista ou coordenador contábil com inglês fluente

"Faz uns três anos que estamos com dificuldade nessa área por conta da escassez de profissionais. Quando o Brasil era uma economia de inflação, o setor de contabilidade não era estratégico, e sim operacional. Com o crescimento do país, todas as funções dentro de uma empresa ficaram mais complexas. Mas como a área era operacional, o público perdeu interesse", diz Fabiana Nakazone, gerente da divisão especialistas do Grupo DMRH. Ela diz que, como a função tornou-se estratégica, há a necessidade de inglês fluente.


--

Profissional da área de Tecnologia da Informação (TI) que saiba trabalhar e fazer personalizações no programa SAP, usado por empresas para a gestão de negócios. "Precisamos de profissionais com inglês fluente porque o sistema é integrado fora do Brasil e, às vezes, é preciso dar suporte para o exterior", afirma Fabiana Nakazone, gerente da divisão especialistas do Grupo DMRH.

--
Profissionais da área de Tecnologia da Informação (TI)

O diretor da Trabalhando.com.br, Renato Grinberg, disse que, além de difíceis de encontrar, os profissionais da área também pedem salários muito altos para sair das empresas onde já estão, pois recebem contraproposta para ficar. De acordo com Leandro Cabral, diretor comercial da Catho Online, a área de TI já vem sinalizando falta de profissionais qualificados desde o início desta década.

--
Profissionais da área de vendas e teleatendimento

Levantamento feito com 187 empresas pela Curriculum.com.br para o G1 mostrou que, além das áreas de TI e engenharia, o setor de vendas também apresenta dificuldades para achar profissionais em 2010. De acordo com Marcelo Abrileri, presidente da Curriculum, não está fácil encontrar um bom vendedor. Renato Grinberg, diretor da Trabalhando.com.br, disse que a área comercial está com forte demanda por conta do crescimento da economia, que exige profissionais do setor. Segundo a Catho Online, vendas e teleatendimento têm, ainda, alta rotatividade.

--
Coordenador de medicina e segurança do trabalho para o varejo

"A área costuma ser bem forte em indústrias, mas quando o varejo exige a mesma função, é difícil encontrar profissionais que se encaixem no ritmo", Fabiana Nakazone, gerente da divisão especialistas do Grupo DMRH. De acordo com ela, o volume de pessoas e o estilo do varejo não são os mesmos que os da indústria e não é fácil achar profissionais adequados.

--
Engenheiros

O mercado precisa de engenheiros em geral, mas especialistas ouvidos pelo G1 ressaltam escassez maior nas áreas de infraestrutura, projetos e civil. "O Brasil está crescendo e precisamos de profissionais especialistas em obras de grande porte, como rodovias, hidrelétricas e saneamento. Não tem gente preparada para fazer isso", diz Fátima Brandão, gerente do Foco RH.

--
Médicos

De acordo com Leandro Cabral, diretor comercial da Catho Online, tem sido difícil encontrar médicos para vagas em diversas especialidades, segundo percepção do site. Cabral diz que faltam profissionais com qualificações e formações específicas.

--
Secretárias

De acordo com Renato Grinberg, diretor da Trabalhando.com.br, as mulheres têm perdido o interesse pelo cargo de secretária. "Não tem candidatas jovens", afirma. Segundo ele, algumas empresas até preenchem a vaga de secretária com outros profissionais. O especialista explica, porém, que, quando a empresa começa a crescer, sente a necessidade de um profissional formado na área de secretariado.

--
Profissionais da área de mineração

De acordo com Leandro Cabral, diretor comercial da Catho Online, foi notada dificuldade no site para encontrar profissionais da área em geral, desde operacional e técnica a engenheiros e executivos. Segundo Cabral, a mineração pede profissionais com formação e qualificações muito específicas. Ele também ressalta que o setor trabalha muito com a indicação de funcionários.

--
Profissionais da área petroquímica e de energia

De acordo com Leandro Cabral, diretor comercial da Catho Online, a área petroquímica pede formação bastante específica e nem sempre há profissionais disponíveis e qualificados no mercado. No ramo de energia, o problema se repete. "Com os avanços tecnológicos e o aumento da demanda, é cada vez mais escasso o número de profissionais qualificados e prontos para atuar nesse setor."

Fonte: Curriculum.com.br, Fabiana Nakazone, gerente da divisão especialistas do Grupo DMRH, Fátima Brandão, gerente do Foco RH, Leandro Cabral, diretor comercial da Catho Online e Renato Grinberg, diretor da Trabalhando.com.br.
 








11 de nov de 2010

Guerra Cambial - China x EUA

BOM DIA BRASIL 11/11/2010 - REDE GLOBO

Guerra cambial. China e EUA conseguiram manter o dólar e a taxa de juros com valores baixíssimos.

Por Abrahan Shapiro

Guerra cambial. Quanto vale o dólar, o Real, o dinheiro da China? Nós ouvimos outros economistas e empresários brasileiros para você entender o que está em jogo - quem ganha e quem perde. E como esse assunto mexe com a vida de todo mundo.É uma antiga regra da economia que a dona de casa conhece bem. Se tem laranjas sobrando no mercado, "cai o preço. Se tem muita laranja, sobra. Então fica mais barato", diz.

Aos olhos do mercado, laranja e moeda têm algo em comum: são tratadas como produtos e estão sujeitas às leis de oferta e procura. Alguns países se aproveitam dessa regra e inundam o mercado com sua moeda. Com isso, tornam os produtos que exportam mais baratos e vendem mais para os parceiros estrangeiros. Isso ajuda a gerar mais empregos, mas só nesses países que não respeitam o câmbio livre. Ultimamente, essa estratégia tem sido utilizada por dois gigantes da economia. (Leia aqui o artigo completo)
 
 
* Abraham Shapiro é consultor e coach de líderes. Sua filosofia de trabalho, em uma só palavra, é: Simplicidade. Contatos: shapiro@shapiro.com.br ou (43) 8814 1473

6 de nov de 2010

Alguns Relatos Básicos do ENASEC

Hoje tivemos o segundo dia do 1° ENASEC - Encontro Nacional Acadêmico de Secretariado Executivo. Na programação já tivemos palestras, mostra de trabalhos científicos (apresentação de artigos completos e exposição de painéis de resumos expandidos), discussões sobre o perfil profissional, formação acadêmica... E contamos também com apresentações culturais (música, dança, instrumentais).

Amanhã, sábado (06/11) teremos o encerramento do evento, com mesas temáticas para discussões e uma plenária geral com os temas discutidos nas mesas, que terão como temas: Inserção do Profissional de Secretariado Executivo na mídia, Linhas de formação para os cursos de graduação em Secretariado Executivo; Direções para pesquisas em Secretariado Executivo e a criação de cursos de especialização Stricto Sensu; e Atuação do Secretário Executivo no mercado de trabalho: Assessores, Articuladores Corporativos , Empreendedores.

Enfim, o 1° ENASEC está sendo um grande evento, tanto em número de público (com representantes de instituições de vários estados brasileiros) como em qualidade dos resultados que estão sendo obtidos.

Organizado pelos acadêmicos do curso de Secretariado Executivo da Unioeste  - Campus de Toledo, o 1° ENASEC apresenta e consolida a preocupação dos professores, acadêmicos e profissionais, com o futuro da profissão.

E em breve mais relatos aqui no Blog.

Abraços.

Rodrigo Müller

Ps: com a participação no evento torna-se complicado atualizar o Blog, portanto, assim que possível postaremos aqui mais informações.

Marcando presença no 1° ENASEC: Rodrigo, Lidiane, Profa. Carla, Fernanda, Jéssica e Ricardo (da esquerda para direita - UNIOESTE).

26 de out de 2010

A Casa de Crepes

Olha aí a necessidade de planejamento descrita pelas palabras de quem entede:

A Casa de Crepes

Por  ABRAHAM SHAPIRO

O crepe é um quitute de origem francesa. Um tipo de panqueca feito à base de farinha de trigo, leite e ovos. A massa forma uma fina camada no fundo de uma frigideira pincelada com manteiga, e é geralmente servida depois de recheada com algum doce ou salgado.

Entrei numa casa de crepes dia desses. Eu passo ali em frente várias vezes na semana e já havia observado que há promoções demais anunciadas. Fui averiguar a razão de tantos apelos.

Assim que cheguei, tive a confirmação de que o negócio não vai bem. Mas lá estava eu. Queria ao menos experimentar o produto.

O cardápio prometia muito. Optei por um determinado recheio. A atendente não anotou o pedido. Vi tudo por meio disto. Ela não estava preparada para atendimento. Virou as costas e sumiu. Minutos depois, retornou dizendo que o queijo de minha escolha tinha acabado. Fiquei desapontado, pois as outras alternativas eram fracas.

Uma empresa agonizante é assim. E esta mal acaba de ser inaugurada.

Por que grande parte dos negócios nasce praticamente morta? É fácil responder. Trata-se da conjunção de vários fatores. O proprietário quase sempre não está pronto para o negócio - sabe pouquíssimo a respeito, mas investe uma pequena fortuna em máquina, equipamento, ponto comercial, ambiente e arquitetura. Emprega mão de obra inexperiente, não a capacita de acordo, faz uma divulgação ruim, e nunca nem sequer cogita contratar uma consultoria que defina seu posicionamento, as ações de comunicação e outras situações que consomem tempo e dinheiro demais para se aprender com a experiência. Aí inaugura - para desgraça e decepção dos futuros clientes.

Isto não é ser empreendedor. É ser teimoso. E em alguns casos é ser louco e ter ódio do próprio dinheiro. Tudo isso se constitui falha grave que impede de fazer certo as coisas certas e, assim, conseguir eficácia.

Passei em frente à bendita casa de crepes esta semana.... Agora há uma faixa anunciando pagode todas as noites. Com isso, pretendem atrair público consumidor. Nada contra pagodes, mas você já sabe no que vai dar esta fabulosa "ação de marketing", não é? Eu também sei. Vendas, com certeza, é o que não será.
______________________


Abraham Shapiro é consultor e coach de líderes. Sua filosofia de trabalho, em uma só palavra, é: simplicidade. Contatos: shapiro@shapiro.com.br ou (43) 8814 1473


Fonte: Blog Profissão Atitude

23 de out de 2010

Pesquisa Mercadológica

Por ABRAHAM SHAPIRO


Análise mercadológica é a primeira providência que um empreendedor deve tomar para a abertura ou expansão de um negócio. É ferramenta para suprir a necessidade de desenvolver estratégias.

A revista Harvard Business Review deste mês trouxe um artigo a esse respeito.

A sondagem da opinião pública vive um grande problema. É dificílimo conseguir a cooperação de gente cuja opinião realmente vale a pena ouvir. Além disso, os métodos tradicionais de sondagem estão perdendo eficácia, enquanto os mais recentes, feitos via internet, são criticados, por esses voluntários não representaem a população em geral.

A velha sondagem por telefone – ferramenta predominante na pesquisa eleitoral por mais de três décadas – começa a ficar obsoleta. Por motivos ainda obscuros, as taxas de resposta estão em declínio. As pessoas usam cada vez mais o celular e acham que a linha fixa só recebe ligações indesejadas. Logo, é cada vez mais difícil montar uma boa amostra para entrevistar, o que aumenta o risco de imprecisão e eleva o custo.

Para Douglas Rivers, da Stanford University, o prognóstico é claro: “A pesquisa por telefone vai acabar”. Uma alternativa, hoje, são voluntários na internet. Só que a pesquisa pela internet também não é confiável: embora a população em geral esteja cada vez menos disposta a responder a pesquisas, os voluntários mais atuantes na internet estão, estranhamente, mais dispostos. Alguns “entrevistados profissionais” se oferecem para responder de 15 a 20 questionários por mês. Mas, demograficamente falando, não representam a população em geral. São mais instruídos, e tendem a ser jovens ou velhos, mas não de meia-idade. Além disso, respondem com interesse de levar a parca recompensa financeira com o menor esforço possível.

Toda a atividade de pesquisa da opinião pública terá de ser reformulada.

Senhores homens de negócio, abram o olho. Não vão dando crédito a números que se divulgam por aí. Edições bem impressas não dão somente beleza às cifras, como inspiram um certo ar de confiabilidade. Os maiores especialistas no assunto questionam  isso. Portanto, cuidado.
______________________ 
Fonte: Blog Profissão Atitude
Abraham Shapiro é consultor e coach de líderes. Sua filosofia de trabalho, em uma só palavra, é: simplicidade. Contatos: shapiro@shapiro.com.br ou (43) 8814 1473

15 de out de 2010

Aos mestres com carinho

Em pé: Patricia, Rubia , Maura  Ednilse e Vânia. Sentados: Ivanete, Marcio, Fabiana, Carla e Benedito.

Hoje é dia 15 de outubro, Dia do Professor. Essa pessoa cheia de conhecimento e sabedoria, que passou anos estudando e hoje nos ensina. Em especial quero homenagear os professores do curso de Secretariado Executivo da Unioeste, Campus de Toledo. Alguns são secretários executivos, formados pela própria universidade, que hoje dão aula no curso. Outros são formados em outras áreas, tais como: inglês, espanhol, direito e que também contribuem para a nossa formação profissional.
Temos em nosso corpo docente uma maioria de mestres e doutores. Um grupo altamente qualificado e competente. E é a esse grupo que dou os parabéns pelo Dia do Professor!!! Obrigada por nos ensinar com tanto empenho e carinho.
Feliz Dia do Professor!!!!

12 de out de 2010

Formação Técnica x Formação Humana

Texto muito interessante que retrata uma realidade e propõe um reflexão quanto às formas de ensino que recebemos.

Aproveitem.

Formação Técnica x Formação Humana

Por ABRAHAM SHAPIRO*

Em recente entrevista a um importante jornal do país, o ex presidente Fernando Henrique Cardoso, que é sociólogo de formação, declarou que os cursos universitários em geral concentram-se demais em assuntos técnicos, quando deveriam tratar sobre "o processo da vida".

Este é um depoimento importante para todos e, por isso, peço a sua atenção.

Num mundo tão cheio de ilusões –  uma das maiores é que os estudantes precisam conhecer apenas técnicas, tecnologias, etc – quem ingressa numa faculdade já está condicionado a pensar que as disciplinas específicas do curso é que são as mais valiosas. Tendem a desprezar as demais como sendo “recheio” de currículo.

Nenhum profissional alcançará o sucesso sem saber o que é requerido em todas as áreas de trabalho sobre pessoas. A prova desta afirmação é o que está acontecendo na maioria das empresas. Grande parte dos gerentes sabe o que o seu pessoal deve fazer. Mas eles não sabem como fazê-los fazer. Muitos  destes gerentes partem do pressuposto de que os funcionários já deviam chegar completos, sabendo o que e como fazer. Mas não é esta a realidade prática. Qual a razão deste quadro? Falta habilidade com pessoas.

O papel principal de qualquer gerente é saber selecionar pessoas, alocá-las nos lugares certos e fazê-las funcionar.

Coletei o depoimento do diretor de uma empresa de tecnologia sobre um processo de seleção de um profissional. Veja o que ele disse: “Há 4 anos decidimos contratar um Arquiteto de Software para nos auxiliar em um projeto que desejávamos iniciar na empresa. Entrevistamos doze profissionais dos quais  selecionamos cinco. Quatro destes tinham currículos invejáveis. O quinto, no entanto, era menos condizente com a nossa necessidade. Ele nunca havia visto de frente o sistema que almejávamos construir. Sua experiência com os demais elementos chave do projeto era baixa. Porém, tratava-se de uma pessoa com características humanas muito boas: altamente motivado,  boa auto-estima e com muita vontade de aprender. Decidimos por ele, mesmo parecendo uma escolha questionável. Ao longo do tempo, porém, nossa equipe se dedicou a comunicar a ele tudo o que queríamos alcançar naquele projeto e demos acesso fácil para ele conhecer e aprofundar-se nos conhecimentos que fundamentavam a ideia do negócio. Vimos ter eleito a pessoa correta. Ele mostrou-se elemento primordial para a formação da equipe que era nosso alvo constituir. Os objetivos foram plenamente atingidos e hoje ele disponta como um dos maiores especialistas naquele projeto”.

Disciplinas técnicas são valiosas. Mas há um equívoco perigoso na indiferença para com as áreas humanas. Elas são imprescindíveis!

*Abraham Shapiro é consultor e coach de líderes. Sua filosofia de trabalho, em uma só palavra, é: simplicidade. Contatos:shapiro@shapiro.com.br ou (43) 8814 1473.

Fonte: Blog Profissão Atitude

5 de out de 2010

Inscrições para o Vestibular 2011 da Unioeste

Olá pessoas, estão oficialmente abertas as inscrições para o vestibular da Unioeste.

Iniciando no dia 04 de outubro as inscrições ocorrerão até 08 de novembro de 2010 através do site do vestibular da Unioeste (http://www.unioeste.br/vestibular/). O valor da taxa de inscrição é de R$ 90,00 para todos os cursos. 

Lembrando que até amanhã (06/10) os candidatos que querem prestar vestibular mas não tem condições de efetuar o pagamento da taxa de inscrição podem solicitar a isenção da taxa de inscrição. Basta se dirigir à secretaria acadêmica de um dos Campi da Unioeste (Cascavel, Foz do Iguaçu, Francisco Beltrão, Marechal C. Rondon ou Toledo) e retirar um formulário de solicitação de isenção, preenchê-lo e devolver até o dia 08/10. Após a devolução os pedidos serão analisados e os resultados serão divulgados no site da Unioeste no dia 29/10/2010. Os critérios para a avaliação estão dispostos no edital de abertura do concurso vestibular (documento que deve ser lido pelos candidatos antes de efetuar a inscrição) que está disponível no site do vestibular.

Enfim... as informações estão todas no site http://www.unioeste.br/vestibular/ a distância de um clic.

Acesse, confira e aproveite mais esta oportunidade.

Lembrando que o curso de Secretariado Executivo oferece 40 vagas no perído noturno na Unioeste - Campus de Toledo.

1 de out de 2010

Coaching aplicado à área social: Fundamentos, Ferramentas e Estratégias

Olá pessoas,


Publicidade por uma boa causa, pois todos sabemos o quão importante é estarmos preparados para enfrentar o mercado de trabalho. Portanto, buscar uma formação diferenciada e fora das paredes da universidade é mais quem uma oportunidade, é quase um dever de qualquer profissional que pretende se manter atuante e sustentável no mercado.

Então lá vai nota de um curso sobre Coaching, oferecido pelo curso de Serviço Social da Unioeste - Campus de Toledo e sob a coordenação do Prof. Dr. Edson Marques Oliveira.

Abaixo o informe:

--
PROGRAMA CASULO SÓCIO-TECNOLÓGICO- UNIOESTE – Coordenação Prof. Dr. Edson Marques, Serviço Social – Campus de Toledo.

O Coaching é considerado na atualidade uma atividade profissional e uma abordagem teórico-metodológica de desenvolvimento de pessoas, equipes e organizações. Como abordagem de desenvolvimento tem como base várias referencias teóricas e modelos metodológicos, com ênfase na perspectiva do pensamento sistêmico e uma epistemologia sócio-construtivista.

Tem como objeto o auxiliar pessoas na melhor forma de pensar sobre suas crenças, valores e saber fazer escolhas que melhor atendam suas necessidades, desejos e metas, e quais as estratégias mais adequadas a sua busca.

Nesse sentido é uma abordagem profissional e cientifica na medida em que sistematiza um determinado tipo de conhecimento para intervir na realidade humano-social-organizacional.

O curso é de 30 horas, com conteúdo teórico e prático vivencial, tem como objetivo compartilhar os principais fundamentos e ferramentas do coaching para serem aplicadas na área social junto às situações de família, equipes de trabalho, orientação social, aconselhamento, atendimento individual e grupal, processos educativos e áreas afins.

O público alvo são profissionais e estudantes das áreas de administração, serviço social, psicologia, pedagogia, e gestores de organizações do primeiro, segundo e terceiro setor, e áreas afins.

Maiores informações acesse o site:

http://cac-php.unioeste.br/eventos/coaching/

23 de set de 2010

Eventos de Secretariado

Olá pessoas,


A área de Secretariado está crescendo e buscando cada vez mais incentivar nossos acadêmicos na busca por novos conhecimentos e produção científica.
Prova disso são os vários eventos que estão sendo organizados pelo país afora.


Hoje recebemos com satisfação a notícia de mais 2 eventos que estão sendo organizados:


SECRETARIADO COMO CIÊNCIA: UMA PONTE PARA A PROFISSIONALIZAÇÃO SUSTENTÁVEL



Dia: 13/11/2010

Local: FACAPE / Petrolina ( www.facape.br)



Inscrições: Até o dia 20/10/2010 será R$ 20,00 (Após essa data será R$ 25,00)
Inscrições de trabalhos: 10/09/2010 a 15/10/2010
Inscrições no Evento: 10/09/2010 a 10/11/2010
Correção dos Trabalhos: 16/10/2010 a 5/11/2010
Divulgação dos Resultados: 6/11/2010
_______________



I SIMES - Seminário de Secretariado Executivo UFC 2010

"Secretariado e Educação: Os desafios da formação profissional"


20 e 21 de outubro de 2010
Universidade Federal do Ceará
Inscrições: R$ 10,00 - 
CA de Secretariado

Mais informações: http://semesufc.blogspot.com/ 

16 de set de 2010

Tendências do mercado para atuar como secretário executivo

Por Marlene de Oliveira

Em função da concorrência, a cada dia mais acirrada, as empresas precisam rever continuamente suas estruturas organizacionais, sua inserção no mercado e sua posição perante o universo de interessados na empresa (clientes, fornecedores, concorrentes), bem como as estratégias a serem implementadas, tanto para seus produtos quanto para sua consolidação nos mercados de interesse.
Para enfrentar os desafios da globalização, observa-se uma clara tendência ao fortalecimento das grandes corporações, aumentando o grau de concentração empresarial. Em paralelo, também observa-se uma tendência de fusões e incorporações de empresas menores. Para empresas menores, o mercado tende a se estruturar por meio de associações entre empresas, centrais de compras e de negociação e organização de redes de negócios ou de relacionamentos.
Não há espaço para a repetição das fórmulas e padrões já desgastados do passado. O ambiente de negócios internacionais é extremamente dinâmico e desafiador. É preciso valorizar a renovação e a atualização contínua. As empresas de qualquer porte que persistem na busca por verticalização e por um alto grau de autossuficiência ignoram os benefícios da especialização e, por não perceberem os problemas que surgem em sua cadeia de valor, costumam perder competitividade em nível global.
As empresas do século XXI precisam estar ligadas em rede umas às outras, a fim de promover a troca de experiências. Dessa forma, podem adquirir novas competências, entre as quais se destacam a busca por uma maior flexibilidade, a redução nos custos de investimento, o aumento da capacidade de negociação e a possibilidade de acesso acelerado a novos mercados. O processo de aprendizado entre as empresas amadurecidas envolve a busca por sinergias interorganizacionais, que são capazes de aprimorar processos organizacionais e adequar a gestão de diferenças culturais, num ambiente colaborativo e favorável ao trabalho em comum.
Neste cenário de globalização, o mercado busca freneticamente por profissionais com formação internacional. Trata-se de uma busca por profissionais de visão estratégica, e não meramente operacional, capazes de desenvolver uma estratégia de expansão internacional, avaliar o melhor modo de entrada e a forma de promoção dos produtos, negociando condições comerciais atraentes. São profissionais capazes de atuar em qualquer região do mundo, sendo esta uma competência regiamente remunerada pelas grandes corporações. Ser um profissional multifuncional, requer do secretário o desenvolvimento de habilidades e competências para atuar no mercado atual tais como: Domínio de idiomas, quanto maior o número de idiomas melhor, começando principalmente pelo inglês e espanhol. Domínio das novas tecnologias, tais como: Software e sistemas informatizados para agilizar seu trabalho e melhor atender ao cliente e ao executivo. Empresas internacionais para otimizar custos e tempo do executivo, utilizaram reuniões  virtuais e teleconferências assessorados pelo secretário. Coordenar e cogerenciar setores, projetos, eventos, estandes em feiras internacionais, rodadas de negócios, visitas técnicas, são hoje uma constante na vida desses profissionais que atuam em empresas multinacionais. Desempenhando o cargo de secretária executiva de comércio exterior de uma federação estadual, organizei e acompanhei por diversas vezes empresários em missões comerciais para participação em feiras internacionais e rodadas de negócios em mercados como Estados Unidos, Argentina, América Central e Caribe. Todo o trabalho desenvolvido iniciava-se com a preparação das empresas para este mercado, capacitando os empresários, elaborando folders trilíngue, orientando e preparando a documentação de viagem , elaborando a agenda internacional, o programa social , visitas técnicas às empresas locais e follow up após retorno da missão empresarial. Por isso,é de grande importância o aprimoramento  profissional através de especialização na área internacional, para o profissional de secretariado, para que possa compreender as estratégias de inserção ao mercado internacional, a promoção e divulgação de produtos , o pós venda e o atendimento ao cliente.  Receber visitas e clientes internacionais, tornou-se corriqueiro n as organizações atuais, para isso, as empresas exigem e procuram por profissionais que possam atender a esta demanda atual. Muitos executivos reclamam que há vagas mas faltam profissionais com o perfil desejado. Esta nova tendência do mercado, abre um  novo nicho para atuação do profissional de secretariado, que por ser multicultural e multifuncional, se adpata facilmente, tornando-se um agente de negócios para a empresa e um profissional  do marketing internacional e relações internacionais bem sucedido.



14 de set de 2010

Dicas para uma Boa Apresentação

A maioria das pessoas na hora de fazer uma apresentação, seja ela profissional ou acadêmica, se sente intimidada, nervosa, insegura, o que faz com que a qualidade da apresentação seja colocada em risco e os objetivos não sejam alcançados.

As vezes presenciamos apresentações, profissionais ou acadêmicas, onde se percebe toda a insegurança e nervosismo do apresentador, ou simplesmente acompanhamos longas leituras de slides, o que se torna cansativo e improdutivo

Assim, sabendo da importância destas apresentações posto aqui três dicas básicas de Stephen Kanitz, disponíveis na íntegra em sua homepage, juntamente com uma série de outros textos que podem auxiliar muito à vida profissinal de muitas pessoas.

Aprovetem, pois são dicas simples mas cheias de conteúdo:

1. O palestrante é você e não o seu powerpoint.

2. Nem todo mundo na plateia tem a mesma inteligência. NÅO leia tudo porque está escrito. 

3. O Powerpoint é para você lembrar a sequência do tema. Fotos, dizem mais do que números.


Fonte: Blog do Kanitz